DESTAQUES

EXTINÇÃO DE INCENDIOS EM FRITADEIRAS ELÉTRICAS E A GÁS

Incêndios em fritadeiras elétricas e a gás acontecem com bastante frequência em restaurantes de Centros comerciais. Com a enorme frequência de utilização das frigideiras, o funcionamento continuo e a possível degradação do óleo, se a temperatura do óleo ultrapasse o sei ponto critico, o óleo autoinflamasse e o incendio acontece. Se não for logo extinto o incendio pode propagar-se a outros pontos do restaurante e do centro comercial. E para isto acontecer basta que uma falha no sistema de controle temperatura da frigideira, ou desatenção do pessoal da cozinha para se encontrarem as condições para um grande desastre.


E o histórico mostra que os mais frequentes incêndios em centros comerciais são os que acontecem em restaurantes com inicio nas fritadeiras elétricas E alguns dos exemplos de incêndios podem destacar-se

  • Em 28 de Novembro de 2016 um hipermercado na Póvoa de Varzim foi evacuado e encerrado devido a incêndio. O incêndio aconteceu numa fritadeira da zona da churrascaria do centro.
  • Em julho de 2016 deflagrou um incêndio num restaurante do Fórum da Madeira tendo sido mobilizados 13 bombeiros e 4 viaturas de combate ao incêndio. O fogo teve origem numa fritadeira elétrica.
  • Em janeiro de 2017 um incêndio numa Pizzaria no Centro Histórico de Guimarães provocou o pânico entre moradores e comerciantes. As chamas começaram numa fritadeira elétrica.
  • Uma outra ocorrência de conhecimento publico foi no Centro Comercial em Carcavelos, em que houve necessidade de evacuar as pessoas devido ao fumo provocado pelo fogo, que foi combatido por 9 bombeiros apoiados por 3 viaturas. O fogo iniciou-se na fritadeira elétrica da cozinha de um restaurante.

Como evitar que se inicie o incendio em fritadeiras elétricas e a gás?

A melhor forma e garantindo que quando em funcionamento o óleo da fritadeira não atinja a temperatura critica em que se autoinflama.

Com o sistema FRIGETRACE e possível medir a temperatura da superfície do óleo e desligar a frigideira antes que se atinja o ponto critico de inflamação do óleo.

Com um sensor de infravermelhos que mede a temperatura a distancia ligado a um controlador de tem- peratura que desliga a alimentação elétrica da frigideira no caso das frigideiras elétricas ou que faz o corte da válvula de gás no caso das frigideiras a gás através da central de incêndios do restaurante.

O sensor de infravermelhos e instalado no teto ou na parede e direcionado para a frigideira. O local escol- hido será o mais adequado de forma a poder ser ligado ao controlador de temperatura e estar a uma distância inferior a 1,5 m. O controlador indica a temperatura instantânea do óleo e é montado numa caixa com indicadores luminosos que mostram a situação de funcionamento normal ou de alarme de tempera- tura alta do óleo da frigideira.

Se a frigideira for a gás o controlador de temperatura comanda através da central de incêndios do restau- rante o fecho da válvula de gás da cozinha.

O sistema é programável para a temperatura que se desejar e o sensor de infravermelhos colocado nas vertical segundo um ângulo que minimiza a possibilidade de contaminação das lentes com vapores de óleo humidade e sujidade.

A instalação e simples e sem necessidade de intrusão no quadro elétrico do restaurante.

Características Técnicas

Sensor de temperatura

Sensor de infravermelhos, configurável com medida de grande precisão e consistência, de pequenas dimensões com saída lateral do cabo de ligação e resposta rápida. Com acessório de montagem ajustável e colocação na parede ou teto por cima da frigideira


Gama de medição: 0...1000 oC
Saida: 0.5 ou 0..10 VCC
Campo de visão: 15 :1
Precisão: +-1,5% ou 1,5oC o que for maior Repetibilidade; +-0,5%
Tempo de resposta: 125 ms Configuracao : por telemóvel com App Gama espetral : 8 a 14 micro m Voltagem Max: 18VC

Controlador de temperatura

Totalmente ajustável, controla a temperatura e aciona um alarme assim que a temperatura máxima seja atingida, o que fará desligar a fritadeira. As temperaturas são definidas com base no ponto de inflamação do óleo. Controlador digital com dígitos a vermelho, configurável para gama de medição, de controle e de alarme e com 2 reles um para desligar a frigideira e outro para dar o alarme de temperatura alta


Entrada: 1 entrada configurável de termopar, pt100, Ptc ou pt1000
Saídas: 1 rele de 8 A para controle e 1 rele de 5 A para alarme Precisão: 0,5%
Alimentação: 220 VCA
Temperatura de operação máxima: 40 oC Humidade: 35% a 96%
Dimensões: 32Cx74Lx52P mm
Marcas: CE , UL, RoHs

Exemplo típico de instalação numa cozinha

O sensor esta colocado na parede apontado para a frigideira e ligado com o controlador digital de Temperatura instalado na caixa de controle com 2 leds de indicação de temperatura normal e temperatura Alta. Esta caixa liga a alimentação de 230VCC e desliga automaticamente a frigideira elétrica.

Este sistema pode ser fundamental em cozinhas com elevada frequência de funcionamento, como Segurança contra incêndios cortando a energia antes de se atingir o ponto de inflamação do óleo da frigideira.

Com um pequeno investimento é possível garantir, que num dos processos mais críticos de incêndios em cozinhas, que são as fritadeiras elétricas, a instalação do FRIGETRACE evita o incendio antes de o mesmo acontecer.



COMPLETA
SONDA DE TEMPERATURA
Sonda PT100 ou termopar completa, para medição de temperatura em processos industriais, com cabeça d...

PIRÓMETRO ÓPTICO COM USB
PYROUSB
Os pirómetros da série PyroUSB têm ligação USB, emissividade ajustável, e permitem a medição de temp...

DETECTOR MULTIGÁS
MX4 VENTIS
Detector Multigás de grande robustez e fiabilidade para monitorização de O2, gases explosivos, e 2 g...

I-SAFE MOBILE
TELEMÓVEL ATEX
Para utilização em zonas explosivas